Sharing is caring!

Dos 10 parceiros do projeto SEAFUEL, 9 representantes chegaram a Edimburgo no dia 27 de junho para uma reunião de dois dias – uma iniciativa financiada pelo programa INTERREG Espaço Atlântico, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER). O projeto dispõe de um orçamento de €3,5 milhões ao longo de 36 meses e visa o aproveitamento das energias renováveis, em todo o Espaço Atlântico, como fonte de energia nas frotas de transporte local e apoia a transição para uma economia de baixo carbono.

O projeto, que iniciou há 6 meses, visa demonstrar a viabilidade de abastecer as redes de transporte local utilizando o hidrogénio como combustível produzido a partir das energias renováveis e da água do mar, sem pegada carbónica conforme promovida pela iniciativa emblemática “Uma Europa eficiente em termos de recursos” COM(2010)2020. O projeto abrange a inovação técnica através de uma central de demonstração, um enquadramento jurídico para a implementação de políticas e uma análise da sustentabilidade da produção, distribuição e utilização do hidrogénio como vetor energético alternativo em regiões remotas do Atlântico. A energia necessária será disponibilizada a partir das fontes das energias renováveis em todo o Espaço Atlântico, designadamente solar, eólica e marinha.

A primeira sessão da reunião realizou-se no edifício da Scottish Malt Whisky Society onde foi feito uma revisão das atividades do projeto, e cada parceiro líder partilhou as atualizações relativamente aos workpackages. A seguir do almoço, o consórcio participou na reunião do Steering Comittee.

A segunda sessão da reunião do dia 28 de junho foi realizada no New Register House. No âmbito deste evento dirigido às partes interessadas, participaram a Scottish Hydrogen Fuel Cell Association, o Scottish Development International, a Enagas e a H2 Green Power que mostraram interesse em participar no projeto.

Após as reuniões, o consórcio visitou as instalações do Hydrogen Office Project, situadas em Levenmouth. Os parceiros tiveram a oportunidade de observar o novo sistema energético de fontes das energias renováveis e de hidrogénio, que utiliza diretamente as energias renováveis, quando disponíveis, e ao mesmo tempo, armazena a energia excedente como hidrogénio, para atender uma proporção das necessidades do edifício durante o período em que as energias renováveis não conseguem responder à necessidade. Umas instalações semelhantes serão montadas em Tenerife e o projeto piloto servirá para demonstrar e implementar a tecnologia de hidrogénio na ilha.

O projeto SEAFUEl intitulado “Integração sustentável de combustíveis a partir das energias renováveis no transporte local”, é coordenado pela National University of Ireland Galway, e a sua parceria inclui: a Aran Islands Energy Coperative (Irlanda); a University of Liverpool (Reino Unido); a Action Renewables (Reino Unido); o HyEnergy Consultancy Limited (Reino Unido); o Logan Energy (Reino Unido); o Institute of Technology and Renewable Energies of Tenerife (Espanha); a Tenerife Energy Agency (Espanha); a Agência Regional da Energia e Ambiente da Região Autónoma da Madeira (Portugal) e a European Hydrogen Association (Bélgica).